Recantos da Terra - sábado 18 maio 2013

TABERNA PORTUGUESA, Penedo.

 

Dessa vez, nossa aventura gastronômica ficou por aqui mesmo. Fomos conhecer um restaurante novo, um dos caçulas de Penedo[1].

Na verdade, o único restaurante português da região, ao menos que tenhamos conhecimento. Essa lacuna era lastimada, tanto pelo fato de que não se vende tanto vinho português aqui justamente em razão da ausência de casas portuguesas, mas, sobretudo, pelo fato de região pedir uma comida portuguesa autêntica.

A casa é muito bem localizada e além do restaurante, o cliente tem uma loja de vinhos (Sabor de Penedo) a sua disposição. A decoração segue fielmente o estilo português, inclusive com lindas louças e vasos tipicamente lusitanos.

De entrada, o tradicional bolinho de bacalhau, acompanhado do vinho Casa de Sarmento Reserva Branco 2009 (Alentejo). A “Punheta de Bacalhau” fica para outra vez…

Uma mesa de frios e “enchidos”, ajudou a esquentar a brincadeira. Alternando com o Casa de Sarmento e o Monte Raso DOC 2011 (Douro), cedido pelo simpático Silvio, novo gerente do Restaurante, pudemos aproveitar as diferentes nuances de cada vinho com os “beliscos”.

Mas, a coisa realmente ficou séria na hora de escolher os pratos, já que as opções – sobretudo de bacalhau –, são muitas e absolutamente tentadoras. Para o jantar, abrimos mão dos tintos e ficamos com o Maria Gomes (Bairrada)[2] da Casa de Sarmento, um vinho que simplesmente adoro.

Enquanto Karla escolheu Risoto de Bacalhau e Gorgonzola (arror arbório aberto em espumante, bacalhau confitado e molho de gorgonzola), eu optei pelo Alagralheiro Narciso (bacalhau na brasa com cebolas, alho frito em azeite, batatas ao murro e salsa).

Bem, a comida estava primorosa, algo de fechar os olhos. Sabem aquela expressão “No céu com os pés de fora”? Pois é…foi isso!

Vale dizer que o Maria Gomes casou à perfeição com o risoto, embora o Agralheiro aceitasse um tinto do Dão sem a menor parcimônia. O Maria Gomes[3] é um vinho ímpar, sem referências para efeito de comparação.

Docinhos portugueses, como Pastel de Santa Clara e outros, ajudaram a compor essa “orgia gastronômica”. Por fim, o inusitado “Licor de Merda”, que nem de merda é, tampouco é uma merda, mas sim, um licor de Leite com Baunilha e Ervas, bem interessante.

Enfim, saímos de lá muito satisfeitos e com a certeza do retorno. A equipe de garçons atendeu corretamente e, ao que tudo indica, a Casa deve melhorar ainda mais com o ingresso do Sr. António Domingos, “importado da Terrinha” e que já capitaneou importantes restaurantes em Portugal.

Parabéns, ao Dr. José Carlos Poleschuk, um médico com alma de artista e muitos CDs lançado, por ter encarado mais essa empreitada de vulto.

Status: RECOMENDADO!!!!!!!!!

 

Localização:

Rua Das Mangueiras, 1905

Penedo/Itatiaia, Rio de Janeiro

 

https://www.facebook.com/pages/Taberna-Portuguesa/506792916043539

 



[1] A visita foi efetuada por Cello Carneiro e Karla Takayama, no dia 17 de abril de 2013.

[2] Os vinhos Casa de Sarmento e Maria Gomes e o Licor de Merda foram cedidos gentilmente pela Adrimar Import.

[3] Ao norte de Portugal, a uva Maria Gomes é conhecida como “Fernão-Dias”.

Tags:

10 comentário(s) sobre “TABERNA PORTUGUESA, Penedo.

  1. Simplesmente sem comentários – comi muito bemmmmmmmmmmmmmmmm!!!!!!!!

    Preço justo e prato na medida.

    Vou dormir hoje “que nem um neném” de tão satisfeito que estou.

    Parabéns a todos do restaurante!

    p.s.: divulguem junto aos hotéis da região o restaurente!

  2. Não satisfeito em já ter ido na 2ª feira, decidi ir novamente hoje. Mais uma vez o Silvio me atendeu muito bem e desta vez conheci o cozinheiro Antônio. Nota 10 os dois!

    Mais uma vez comi muito bem. Minha única reclamação é sobre a qualidade da comida desta vez. Peço que piorem a comida pois toda vez que como muito bem, não consigo comer sobremesa, e fiquei decepcionado hoje em não conseguir saborear os doces portugueses! E o motivo? É que a comida estava tão fabulosa que simplesmente comer sobremesa após degustar o prato principal seria um crime!

    Mais uma vez, nota dez e demitam o gerente de marketing do restaurante, pois sendo o único restaurante português na região (e o Brasil sendo ex-colônia portuguesa), o mesmo deveria saber divulgar melhor o restaurante na região!

    Abc à equipe toda.

  3. Prezado Cello

    Estive no restaurante com um grupo de empresários, mas acabamos nem entrando. Na porta havia uma placa com comida tipo “espetinho”. Entrei pra conferir e o cardápio já não era o mesmo.
    É uma pena, parece que estão mudando a proposta. Era o único restaurante português da região.
    Acabei levando o pessoal para o Jardim Secreto.
    Não entendo esse tipo de atitude.

    Abraços

  4. Prezado Cello Carneiro
    Fui a esse restaurante por recomendações de amigos, esperando um espaço tipicamente português. Fiquei decepcionado.
    Meus amigos disseram que era excelente e buscando informações caí aqui e li exatamente o que eles me disseram.
    Não sei se o problema é recente, mas, salvo um senhor português que me atendeu com padrão europeu, o resto é muito fraco incluindo o cardápio “esquisito”.
    Mas, não pretendo voltar
    Ah! Os vinhos portugueses são ótimos!

  5. Boa dia, Cello Carneiro
    Estive lá há poucos dias e fomos muito bem atendidos por um senhor português e um gerente muito atencioso.
    Comemos um bacalhau “supimpa”. Muito bom mesmo.
    Parabéns pela indicação.

    • Prezado Luís.
      Recentemente fui surpreendido com a boa notícia de que a dupla Sílvio e e António estão de volta ao comando do restaurante. Inclusive, estivemos lá neste sábado e não apenas fomos muito “mimados” e, pra variar, comemos divinamente.
      A taberna retoma sua trajetória de suvcesso, com toda certeza.

      Obrigado pela visita.

      Cello Carneiro

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


6 + um =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>