Recantos da Terra - terça-feira 23 abril 2013

HABEAS CORPUS, Bananal/SP.

Cumprindo o compromisso de não ficar adstrito apenas à Região de Penedo/Visconde de Mauá, demos uma esticada rápida a Bananal, SP, um recanto bastante especial encravado quase no final do Vale do Paraíba.

Hospedados na Pousada Quinta dos Bosques, em que pese não haver restaurante, é uma delícia, e a proprietária D. Hilda é dona do Habeas Corpus[1], considerado o melhor restaurante da cidade, e após uma tarde encantadora, com direito a uma cerveja gelada na piscina coberta e uma sauna, à noite nos dirigimos a ele.

O restaurante está encravado em um lugar bastante bucólico no centro da cidade, cercado de prédios muito antigos. O nome Habeas Corpus advém do fato de o restaurante ficar em frente à delegacia de polícia. O charme, contudo está na entrada lateral, um beco que acompanha a lateral da Igreja, um prédio muito antigo. O restaurante, não é luxuoso e tem mais o estilo “cantina”, mas é bem aconchegante; além do salão, possui mesas no beco e no jardim da entrada principal. Como sou fã inconfesso de aquários, escolhi a mesa mais próxima do um belo aquário que emoldura o fundo do salão.

A casa dá bastante atenção ao Chopp, tendo inclusive a “Mesa da Confraria”, onde se pode servir o próprio chopp. O cardápio, embora bastante variado, tem um enfoque na comida alemã – influência do Sr. Hans, companheiro da proprietária.

Abrimos os trabalhos com meio metro de uma deliciosa linguiça caseira.[2] Enquanto eu pedi Medalhão ao Molho Madeira (arroz, batatas coradas, champignon, farofa com ovos e ameixa), Karla escolheu Medalhão à Marechal Madeira (arroz à grega, banana, batatas coradas, palmito salteado na manteiga). Como não sabíamos o que iríamos nos deparar, trouxemos o Francesco[3] da Villa Francioni, por se tratar de um vinho bastante versátil, uma vez que é um delicioso blend de Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Malbec, Merlot e Syrah. Tiro certo, pois o Francesco caiu bem com ambos os pratos.

Encerramos com um improviso, pois criamos uma sobremesa que não havia no cardápio, misturando duas opções. Doce de leite com sorvete de creme…coisa de chorar.

A Carta de Vinhos é básica e pode melhorar bastante, porém os preços são honestos. O preço da comida, aliás, é bastante honesto. Após o jantar, um passeio pela praça cheia de casarios antigos completou o clima.

No dia seguinte, foi um prazer encontrar D. Hilda e o Sr. Hans sentados no alpendre da pousada, com uma chopeira na mesa, aumentando a sensação de bem estar que se tem do local…um delicioso local.

Status: RECOMENDADO!!!!!!!!!

 

Rua Dr. Rangel de Almeida, 40 – Centro

Praça do Banco do Brasil (em frente à delegacia)

Bananal/SP



[1] A visita foi efetuada por Cello Carneiro e Karla Takayama, no dia 06 de abril de 2013.

[2] O lado pitoresco é que perguntamos se eles vendiam, e fomos informados que poderia ser encontrada no Açougue do “Boca Mole”.

[3] O vinho foi cedido gentilmente pela Villa Francioni.

 

Tags:, ,

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


nove − = 8

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>