Espaço Vinoarti - sexta-feira 08 maio 2015

Sting: Brilhando na Deutsche Grammophon…

 

Quem diria que um dos pais da New Wave, anos depois se tornaria um músico respeitado e gravado pela exigente “Deutsche Grammophon”. Pois é, o rapaz Gordon Sumners que saiu do norte da Inglaterra para buscar o sucesso na música, se consagrou mundialmente, como STING.

Ao lado dos magistrais Andy Summers e Stewart Copeland no The Police, Sting cometeu dúzias de clássicos da música pop e cravou seu nome no panteão dos grandes compositores ingleses da música contemporânea. Não satisfeito, com o fim da banda partiu para uma bem sucedida carreira solo. Entre a banda e seus discos solo, Sting já vendeu mais de 100 milhões de cópias e já conquistou nada menos que 16 Grammy© e recebeu uma indicação para o Oscar©.

Vale dizer que a Catedral de Durham é um espetáculo a parte. Antigo edifício do patrimônio mundial da UNESCO, de cerca de mil anos de idade é um dos marcos mais emblemáticos do norte da Inglaterra. A beleza do lugar impressiona e certamente ajuda a criar o clima ideal para a gravação. Realmente uma atmosfera inspiradora.

Nessa empreitada, Sting foi acompanhado por músicos convidados, incluindo artistas locais de Newcastle, tais como Kathryn Tickell (tubos de Nortúmbria e violino), Peter Tickell (violino) e Julian Sutton (Melodeon). Estimados artistas de todo o mundo também incluem Dominic Miller (guitarra), Vincent Segal (violoncelo), harpista escocesa Mary Macmaster, Ira Coleman (baixo), Chris Gekker (trompete), David Mansfield (violino e bandolim), Cyro Baptista, Bashiri Johnson e Rhani Krija (percussão) e vocalistas Laila Biali, Lisa Fischer, Jo Lawry, e Steven Santoro.

Além disso, o maestro Robert Sadin regeu uma orquestra de 35 músicos, e uma das músicas contou com a belíssima participação dos meninos do Durham Cathedral Boys.

O Show é uma preciosidade, claro. Mas, não esperem escutar sucessos do Police ou da carreira solo, pois o espetáculo é todo calcado em músicas folclóricas e tradicionais, a exceção de duas autorais, que evidentemente cabem no estilo proposto.

A aura do lugar certamente impregna os músicos, pois a sensação que se tem é de algo etéreo, quase sagrado. Lindo, leve, mágico.

Ah! O vinho, claro!

O Joaquim, da Villa Francioni, não é o melhor vinho brasileiro, mas é declaradamente o meu favorito.  Desde que experimentei a safra 2005, ele tem sido o eu porto seguro.

O 2009 possui a habitual elegância dos vinhos da Villa Francioni.

Uma bonita cor rubi muito transparente, com sói aos Borgonhas, possui um elegante aroma de frutas vermelhas silvestres. Um final de boca muito agradável. Leve e com muito frescor está ainda muito jovem e com bastante acidez.

Enfim, um show maravilhoso “harmonizado” com um vinho excelente. Eu e minha mulher, ambos apreciadores de bons rocks e bons vinhos, entramos em perfeita sintonia com ambos e tivemos uma noite absolutamente especial.

Sem mais palavras…KAMPAI!

 

 

Vinho:

Joaquim 2009 – 13,9 (Villa Francioni, Santa Catarina)

 

”Sting: A Winter’s Night… Live from Durham Cathedral” – 2009 [Deutsche Grammophon]

Band:

Sting – Guitar, Vocals.

Kathryn Tickell (Northumbrian pipes and fiddle), Peter Tickell (fiddle) and Julian Sutton (Melodeon).

Esteemed performers from around the world also include Dominic Miller (guitar), Vincent Segal (cello), Scottish harpist Mary Macmaster, Ira Coleman (bass), Chris Gekker (trumpet), David Mansfield (violin and mandolin), Cyro Baptista, Bashiri Johnson and Rhani Krija (percussion) and vocalists Laila Biali, Lisa Fischer, Jo Lawry, and Steven Santoro. Producer, Robert Sadin conducted the ensemble of 35 musicians, which includes additional string and brass sections.

 Track list:

1. Intro (Sting/A Winter’s Night Concert)
2. The Snow It Melts The Soonest
3. Gabriel’s Message
4. Soul Cake
5. There Is No Rose Of Such Virtue
6. Lo How A Rose E’er Blooming
7. Christmas At Sea
8. Now Winter Comes Slowly
9. Cold Song
10. The Burning Babe
11. Ghost Story
12. Team Spirit
13. The Hounds Of Winter
14. Cherry Tree Carol
15. Balulalow
16. Bethelehem Down
17. Coventry Carol
18. Lullaby For An Anxious Child
19. I Saw Three Ships
20. You Only Cross My Mind In Winter

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Direção: Jim Gable & Ann Kim [Graying & Balding, Inc]

Duração: 90 min. (aprox).

Local: Durham Cathedral, Newcastle-upon-Tyne (Nortumbeland, Inglaterra)

 

 

Tags:, , , , ,

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


9 × = dezoito

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>