Espaço Vinoarti - quinta-feira 13 novembro 2014

Então, que eu possa harmonizar…

 

Doce tentação de Baco

Doce sabor do teu corpo

Doce impressão de torpor

Doce calor do teu olhar.

E como harmonizar tanto em um só coração?

O aroma, o sabor das uvas, os taninos…

A suavidade, a delicadeza, o cheiro da sua pele.

E como harmonizar tanto em um só pensamento?

Os brilhos violáceos, de frutas vermelhas, de rubi…

A pela alva, o negro dos cabelos, o castanho de teus olhos

E como harmonizar tantas cores em minha mente?

Sorver um gole na taça, outro em teu corpo.

Olhar novamente o brilho do vinho, pra depois fitar o brilho dos teus olhos.

Êxtase até o último gole, êxtase em cada gozo.

E como harmonizar tanto prazer?

Tentando muito, sempre, quem sabe…

Para Karla Takayama…minha Karla

 

Autor: Marcelo (Cello) Carneiro  

Tags:, , , ,

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


seis + 7 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>